“O poder só é efetivado enquanto a palavra e o ato não se divorciam, quando as palavras não são vazias e os atos não são brutais, quando as palavras não são empregadas para velar intenções, mas para revelar realidades, e os atos não são usados para violar e destruir, mas para criar relações e novas realidades.” (ARENDT, Hannah Condição Humana, 2007, p. 212)

Neymar obriga Editora Abril a suspender venda da Playboy de junho



O atacante do Barcelona e da Seleção Brasileira de Futebol Neymar Jr não gostou da capa de junho da Playboy, onde a modelo Patrícia Jordane é identificada como “a morena que encantou Neymar” e ingressou com ação para tirar as revistas das bancas.

Decisão da 3ª Vara Cível de São Paulo determinou a suspensão imediata da venda, mesmo que o mês já esteja acabando, devido ao uso indevido do nome de Neymar. Nas páginas internas, a modelo diz sobre um suposto romance com o atacante, que nunca assumiu o fato, já que namora a atriz Bruna Marquezine.


A antecipação dos efeitos da tutela concedida a Neymar Sport e Marketing, que cuida da marca do jogador, também prevê multa diária de R$ 10 mil caso as revistas não sumam das bancas. 

A Editora Abril não se pronunciou sobre o caso.


  


FATO NOTÓRIO

Órgão: TJ/SP
Número do Processo: 10580648920148260100

http://www.fatonotorio.com.br/noticias/ver/16582/neymar-obriga-editora-abril-a-suspender-venda-da-playboy-de-junho/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dano moral indireto: quem pode pedir reparação por morte ou por ofensa a um ente querido?

Inventário e partilha no Novo Código de Processo Civil

Saiba como fica a situação dos candidatos eleitos sub judice