“O poder só é efetivado enquanto a palavra e o ato não se divorciam, quando as palavras não são vazias e os atos não são brutais, quando as palavras não são empregadas para velar intenções, mas para revelar realidades, e os atos não são usados para violar e destruir, mas para criar relações e novas realidades.” (ARENDT, Hannah Condição Humana, 2007, p. 212)

Torturaram e filmaram...Mas jabuti não sobe em árvore! Então, o que houve?

SENSO INCOMUM

Por 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Deus morreu e agora tudo pode? Reflexões sobre a prisão do deputado

BATEU E CORREU Após atacar advogados, Sergio Moro foge de debate público

FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER