“O poder só é efetivado enquanto a palavra e o ato não se divorciam, quando as palavras não são vazias e os atos não são brutais, quando as palavras não são empregadas para velar intenções, mas para revelar realidades, e os atos não são usados para violar e destruir, mas para criar relações e novas realidades.” (ARENDT, Hannah Condição Humana, 2007, p. 212)

TJPB implanta Sistema de Protocolo Judicial Integrado


Tendo como objetivos a ampliação dos meios de acesso à Justiça e a necessidade de aprimorar os controles de recebimento de petições protocoladas nos diversos Fóruns do Estado, a presidência do Tribunal de Justiça da Paraíba, por meio da Resolução nº 3/2015, implantou o Sistema de Protocolo Judicial Integrado.
A Resolução, assinada pela desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti, presidente do TJPB, foi publicada na edição eletrônica do Diário da Justiça desta sexta-feira (23) e disciplina todo o funcionamento do Sistema.
Conforme o documento, é intenção também do Tribunal melhorar a prestação e qualidade nos serviços ofertados ao público, bem como, agilizar o trâmite das petições e documentos protocolizados no Poder Judiciário do Estado.
De acordo com a Resolução, em cada Foro Judicial funcionará um Protocolo Judicial Integrado durante o expediente forense, onde serão recebidas as petições e documentos físicos destinados a quaisquer órgãos de Primeiro ou Segundo Graus da Justiça Estadual.
Por Lila Santos

http://www.tjpb.jus.br/tjpb-implanta-sistema-de-protocolo-judicial-integrado/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dano moral indireto: quem pode pedir reparação por morte ou por ofensa a um ente querido?

Jurisprudência molda os limites para concessão do sursis processual

Ministro Barroso nega ação sobre regulamentação do artigo 142 da Constituição