“O poder só é efetivado enquanto a palavra e o ato não se divorciam, quando as palavras não são vazias e os atos não são brutais, quando as palavras não são empregadas para velar intenções, mas para revelar realidades, e os atos não são usados para violar e destruir, mas para criar relações e novas realidades.” (ARENDT, Hannah Condição Humana, 2007, p. 212)

DIAS DOS PAIS: DE TRÊS DATAS ALEGRES, RESULTA UMA ALEGRIA E DUAS TRISTEZAS

Dia dos Pais de 2011

 
mãe visitando a construção de Inês 



Permitam nossos leitores, hoje numa data especial, escrevermos algumas linhas sobre o dia dos pais, escrita fora da ciência jurídica, mas dentro da ciência do amor.

Hoje dia 14 de agosto de 2016, dia dos pais, dia de comemorar e agradecer aquele que fez de tudo, do seu jeito para fazer os filhos felizes, Sr. Arnóbio meu pai.
Hoje também é data do aniversário de dona Carlinda, minha mãe.
Hoje carrego nos ombros a graça de ser pai de Giordano e Heberte, maior razão de minha existência.
Aparentemente seriam três alegrias no dia de hoje, mas quis Deus chamar em 2010 minha mãe e em 2012 meu pai, para participar do plano celestial, e deixar conosco a saudade.
A ausência de pai e mãe é uma dor que se renova a cada dia e nestas datas ela é acentuada, quando você ver todos comemorando e parabenizando os seus pais.
Ultima foto na minha residência

A todos fica um recado, como diz a passagem bíblica utilizada por Legião Urbana na sua música: “é precisa amar as pessoas como se não houvesse amanhã”, Hoje tenho certeza de que devia ter dito muito mais vezes ao meu pai e minha mãe eu te amo, mesmo sabendo que os seus estilos não eram de ligar muito para palavras, mas deveria ter dito mais vezes, também vejo que deveria ter ficado mais próximos deles, ter aproveitado mais o tempo ao lado dos mesmos, mas guardo a certeza de que fiz o que em cada momento era possível,  os amei de forma infinita dentro do jeito de cada um e estive ao lado de cada um nos momentos mais difíceis e também partilhamos muitas alegrias, mas deveriam ter partilhado mais.
Respeitei sempre os dois, mas também brinquei com os dois quando foi possível, abracei, chorei com os dois, afinal estive verdadeiramente com os dois, mas deveria ter estado mais.
Aquele que ainda tem pai e mãe fica a dica e não conselho, ame como se não houvesse amanhã, por que, quando você menos espera descobre que não haverá amanhã para pedir a benção de pai e mãe, a referência se acaba e você deixa de ser filho e pai e passa a ser pai e a sempre se colocar no lugar dos seus pais, aumentando a responsabilidade de pai e esperando receber dos seus filhos aquele carinho que você deixou de dar aos seus pais.
Ser pai é uma dadiva de Deus e hoje no dia dos pais, sou feliz por ter dois caba que amo muito e que tenho certeza que a reciproca é verdadeira, o dia de hoje é dia dos pais receberem homenagens, mas hoje quero agradecer a Deus, por ter dois filhos que me trazem alegria.
Creio que Deus quando os mandou deve ter dito: vão vocês irão ser felizes e fazer o pai de vocês feliz, obrigado Deus, mais uma vez, pela dadiva de ser pai.
De tudo hoje seriam três alegria, dia dos pais, aniversário de mãe e comemorar a graça de ser pai, restou a última comemorarar  a graça de ser pai e ficou a grata saudade do pai e mãe que tive, que embora humildes e sem formação escolar, souberam formar os filhos para a vida, não só com diplomas e certificados, mas  com valores éticos e morais, este é o legado.
Feliz dia dos pais.

Escrito por Manoel Arnóbio 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dano moral indireto: quem pode pedir reparação por morte ou por ofensa a um ente querido?

Jurisprudência molda os limites para concessão do sursis processual

Ministro Barroso nega ação sobre regulamentação do artigo 142 da Constituição