“O poder só é efetivado enquanto a palavra e o ato não se divorciam, quando as palavras não são vazias e os atos não são brutais, quando as palavras não são empregadas para velar intenções, mas para revelar realidades, e os atos não são usados para violar e destruir, mas para criar relações e novas realidades.” (ARENDT, Hannah Condição Humana, 2007, p. 212)

Energisa afirma que irá cumprir a determinação da Aneel e pede que população mantenha pagamento em dia

Em seu pronunciamento, a Energisa afirmou que "considera de extrema relevância o posicionamento do regulador nesse momento crítico que o país e a sociedade atravessam".




A Energisa se pronunciou, na tarde desta terça-feira (24), em relação as medidas determinadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que suspendeu os cortes no fornecimento de energia por falta de pagamento das contas de luz por 90 dias (três meses). A Aneel é o responsável por regular o setor elétrico brasileiro e tem autonomia para autorizar medidas como essas.


A Energisa informa que está analisando as medidas anunciadas nesta terça-feira pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A empresa considera de extrema relevância o posicionamento do regulador nesse momento crítico que o país e a sociedade atravessam.
Esse é um momento de profundas mudanças para a sociedade, no qual o espírito comunitário se torna ainda mais relevante. A empresa ressalta que está dedicada em manter o fornecimento de energia para seus mais de 7,8 milhões de clientes em todo o país, e que vai cumprir a determinação da Aneel de não realizar cortes em consumidores residenciais e de serviços essenciais à população durante os próximos 90 dias. A Energisa destaca o apelo feito pelo regulador para que aqueles clientes que têm condições mantenham seus pagamentos em dia. Informa, ainda, que o faturamento dos clientes continuará sendo feito normalmente.
A Energisa colocou à disposição dos clientes canais digitais como Whatsapp pelo número (83) 99135-5540, aplicativo Energisa ON, e o site energisa.com.br, além do 0800 083 0196, para o atendimento integral de todas as necessidades, incluindo modalidades de débito em conta e opções flexibilizadas de parcelamento.
Link resolução Aneel: https://bit.ly/3drFQdm

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dano moral indireto: quem pode pedir reparação por morte ou por ofensa a um ente querido?

Ministro Barroso nega ação sobre regulamentação do artigo 142 da Constituição

FIGURA PÚBLICA Luciano Hang pode continuar a exibir mensagens em aviões contra Lula