“O poder só é efetivado enquanto a palavra e o ato não se divorciam, quando as palavras não são vazias e os atos não são brutais, quando as palavras não são empregadas para velar intenções, mas para revelar realidades, e os atos não são usados para violar e destruir, mas para criar relações e novas realidades.” (ARENDT, Hannah Condição Humana, 2007, p. 212)

MG: Destinação de recursos de ação civil pública garante 420 respiradores pulmonares


MG: Destinação de recursos de ação civil pública garante 420 respiradores pulmonares
Foto: Gil Leonardi/GovMG
O juiz federal responsável pelo Caso Samarco na Justiça Federal de Minas Gerais, Mário de Paula Franco Júnior (12ª Vara Federal), participou de coletiva de imprensa virtual no último dia 16, na sede do Governo do Estado de Minas Gerais, na Cidade Administrativa.

A coletiva foi convocada pelo governador Romeu Zema para anunciar a entrega de 500 respiradores pulmonares – desse total, 420 adquiridos com recursos da ação civil pública nº 1024354-89.2019.4.01.3800 movida contra a Samarco e suas controladoras (Vale e BHP), a título de garantia do rompimento da barragem da mineradora em 2015, em Mariana. O Ministério da Saúde disponibilizou os oitenta restantes.
Em decisão proferida no dia 13 de abril deste ano, o magistrado havia colocado à disposição do SUS de Minas Gerais e do Espírito Santo a quantia de 120 milhões de reais para ser utilizada nas ações emergenciais de saúde no combate à pandemia do novo coronavírus. (leia nota publicada no portal da JFMG naquela data)
Em breve pronunciamento, o juiz federal Mário de Paula agradeceu ao governador Zema e ao advogado-geral do estado, Sérgio Pessoa, pela iniciativa, além de transmitir uma mensagem às vítimas da Covid-19 e aos  familiares. “Na condição de juiz responsável pelo caso Samarco (desastre de Mariana), eu queria, inicialmente, trazer uma palavra de solidariedade e respeito aos parentes e às vítimas dessa pandemia que tem assolado o mundo e o nosso estado. Em nome da Justiça Federal, eu gostaria de deixar uma palavra de solidariedade, carinho e respeito com as vítimas, mas também, aproveitando a grande notícia que o governador traz aos mineiros nesta data, parabenizar pela entrega dos respiradores, dos ventiladores pulmonares, com a esperança de que sejam úteis para que vidas novas vidas sejam salvas.”
Mário de Paula também ressaltou a integração entre a Justiça Federal e o governo de Minas Gerais “neste momento tumultuado que o país vem enfrentando”. “Nessas águas turbulentas, o governo de Minas tem sido um porto seguro para que, no âmbito do processo da Samarco e do desastre de Mariana, nós consigamos fazer com que isso, que tanto sofrimento e tanta dor trouxe aos mineiros, possa se reverter em alguma medida no atendimento ao interesse público. A entrega desses respiradores pulmonares nesse momento de tanta dificuldade, tanta dor que o Estado tem sofrido, é algo que absolutamente nos enche de orgulho. Quero dizer ao senhor governador uma palavra de esperança: que a Justiça Federal sempre estará ao lado do interesse público de Minas Gerais, ao lado do povo mineiro, sempre que precisar estaremos de portas abertas.”
Fonte: SJMG/TRF1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dano moral indireto: quem pode pedir reparação por morte ou por ofensa a um ente querido?

Jurisprudência molda os limites para concessão do sursis processual

Ministro Barroso nega ação sobre regulamentação do artigo 142 da Constituição