“O poder só é efetivado enquanto a palavra e o ato não se divorciam, quando as palavras não são vazias e os atos não são brutais, quando as palavras não são empregadas para velar intenções, mas para revelar realidades, e os atos não são usados para violar e destruir, mas para criar relações e novas realidades.” (ARENDT, Hannah Condição Humana, 2007, p. 212)

DIA DO ADVOGADO, DIA DO ESTUDANTE

 


 

 

Hoje dia 11 de agosto é dia do Estudante e Dia do Advogado.

Hoje é dia de comemorar; mas também é dia de fazer uma reflexão sobre o papel do advogado na sociedade.

 

Nós advogados devemos indagar será que nós estamos verdadeiramente defendendo o Estado Democrático de Direito ou será que nos pensamos somente no direito posto no caso concreto?

 

Será que como operários do direito, estamos contribuindo para buscar uma Justiça mais célere e efetiva ou estamos fomentando com a morosidade da justiça, buscando procrastinar processos?

O que estamos fazendo para contribuir com uma Justiça verdadeiramente justa?

 

Será que estamos defendendo os nossos próprios direitos ou estamos deixando quebrar a regra constitucional que diz que não há hierarquia entre o advogado, promotor e juiz?

 

Será que estamos defendendo nossas prerrogativas como diz  a Constituição Federal que:

Art. 133. O advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei.

 

 Nós advogados devemos estar sempre em alerta em defesa dos direitos do cidadão e em defesa das nossas prerrogativas, afinal sem elas não podemos defender o cumprimento das garantias e direitos fundamentais destes.

 

Este período de pandemia, nos traz a obrigação de não deixar que de forma sorrateira direitos e garantias se percam, temos que está vigilantes, para que o Estado Democrático de Direito respire em cada momento das nossas vidas.

 

O  fato do dia do Estudante ser comemorado no mesmo dia do ADVOGADO vem justamente expressar a necessidade que os advogados tem de serem eternos estudantes, pois, o direito é dinâmico e caminha na busca de acompanhar a evolução social e o profissional da advocacia não pode parar no tempo ;caso contrário não chega a lugar nenhum.

 

A definição de advogado pelo ilustre princesense Alcides Carneiro faz crescer o compromisso em buscar uma sociedade mais justa e igualitária.

Vejamos como Alcides Carneiro definiu o advogado:

 

“É a missão que exige resistência no presente e renúncia pelas preocupações do futuro, porque o advogado é o aventureiro ousado do incerto; a força de garantir os outros, ele se esquece de garantir a si próprio. É o procurador de Deus na terra, para os negócios do direito, da Justiça e da Liberdade, por isso os caminhos são sempre ásperos, ásperos demais para quem representa o broquel dos inocentes, a santa conceição dos oprimidos”

 

Aos estudantes nosso desejo e nos votos de que este dia seja um marco na vida de cada um na busca incessante pela profissão almejada. Não desistam da luta, quando maior esta, maior será o sabor da conquista.

 Como diz Milton Nascimento: “coração de estudante, há de se cuidar do mundo, há de se cuidar da vida”

Feliz diz do Advogado, Feliz dia do Estudante.

 

Escrito por Manoel Arnóbio 

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dano moral indireto: quem pode pedir reparação por morte ou por ofensa a um ente querido?

Jurisprudência molda os limites para concessão do sursis processual

Ministro Barroso nega ação sobre regulamentação do artigo 142 da Constituição