“O poder só é efetivado enquanto a palavra e o ato não se divorciam, quando as palavras não são vazias e os atos não são brutais, quando as palavras não são empregadas para velar intenções, mas para revelar realidades, e os atos não são usados para violar e destruir, mas para criar relações e novas realidades.” (ARENDT, Hannah Condição Humana, 2007, p. 212)

ABERTURA DO ENED – ENCONTRO DE ESTUDANTES DO VALE DO PAJEU FOI UM SUCESSO


  
AUDITÓRIO DA FIS - III ENED
A abertura oficial do ENED – Encontro de Estudantes do Vale do Pajeú foi um sucesso. O número de inscritos foi de 520 (quinhentos e vinte) estudantes fora os advogados. A presença maciça de estudantes e advogados superou as expectativas dos organizadores do evento.
ENCENAÇÃO DA BATALHA 
CIA DE TEATRO SOUND CLASH
O evento teve abertura às 19h15min com a apresentação do grupo Teatral Sound Clash da Cidade Princesa Isabel-PB apresentando a peça teatral intitulada de Batalha dos Anjos, o público se emocionou com a encenação dos jovens que concluíram sua apresentação, sendo, ovacionados pela plateia.

Dr. Stheferson e Arnóbio
Em seguida fora formada a mesa de abertura oficial do composta pelo Dr. Luiz Melo Pereira Júnior Diretor/presidente da Faculdade de Integração do Sertão, pelo presidente da Subsecional da OAB/PE de Serra Talhada-PE, Dr. Stheferson, pelo representante da Comissão Estadual de Direito Educacional da OAB/PE Manoel Arnóbio de Sousa, que também é professor da FIS e doutorando em ciências jurídicas, Professora Carla Regina Coordenadora do III ENED e ainda a representante dos Estudantes de Direito da Faculdade de Integração do Sertão.

Fizeram uso da palavra o Diretor Presidente da FIS, o Presidente da Subsecional da OAB/PE Serra Talhada e a Coordenadora do Evento.

Dr. Ernesto Coutinho e Manoel Arnóbio
Em seguida foi desfeita a mesa de abertura e formada a mesa da primeira palestra, a ser proferida pelo Dr. Ernesto Coutinho, sendo convidado para atuar na condição de mediador o Professor e Advogado, Manoel Arnóbio de Sousa e para debater com o palestrante a professora Kelly Antas.

O palestrante tratou da técnica processual do Tribunal do Júri destacando vários casos de atuação do mesmo nos mais de trezentos júris já realizados em todo Brasil.

O palestrante ainda destacou os pontos de argumentação na Defesa promovida no Tribunal do Júri e vários casos de repercussão no país.

Em seguida fora aberto espaço para debate e perguntas formuladas pelos participantes do evento.

No intervalo da palestra e no final foram sorteados vários brindes, entre eles, livros, códigos e brindes do Boticário.

A programação segue hoje dia 25 e a amanhã dia 26 de abril, a qual, encontrada disponível no link do ENED.


Escrito por Manoel Arnóbio
Direitos Reservados

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dano moral indireto: quem pode pedir reparação por morte ou por ofensa a um ente querido?

Ministro Barroso nega ação sobre regulamentação do artigo 142 da Constituição

Senadores pedem adiamento das eleições municipais