“O poder só é efetivado enquanto a palavra e o ato não se divorciam, quando as palavras não são vazias e os atos não são brutais, quando as palavras não são empregadas para velar intenções, mas para revelar realidades, e os atos não são usados para violar e destruir, mas para criar relações e novas realidades.” (ARENDT, Hannah Condição Humana, 2007, p. 212)

FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER

 




Hoje dia internacional da Mulher.

Mulher mãe da humanidade, sem elas não teria sido possível Deus colocar em pratica o seu plano de salvação, o ventre de Maria abrigou o salvador da humanidade.

Seguindo o exemplo de Maria, as mulheres sempre contribuíram para um mundo mais justo e fraterno.

Com sua luta as mulheres deixaram de ser apenas mãe e donas de casas e passassem a conquistar o seu verdadeiro espaço na sociedade.

A mulher rompendo obstáculos, hoje, consegue estar presente em todos os seguimentos sociais exercendo os mais variados cargos, numa demonstração de que lugar de mulher não é onde ela quiser.

A mulher está presente desde a mais humilde profissão ao mais alto cargo do país e sempre comprovando que é capaz, que é competente, que é humana, que justa, amiga e acima de tudo: é mulher.

Quantas mulheres deram a vida em defesa da humanidade, Joana D’arc fora responsável pela independência da França, Madre Teresa de Calcutá dedicou a vida em defesa dos menos favorecidos, igual exemplo seguido por irmã Dulce e tantas outras mulheres que derem a vida para salvar vidas.

A mulher marca sua passagem no mundo sem que precise de cargos de projeção, uma vez que, marca a vida de cada um.

Cada pessoa tem a mulher da sua vida, seja a mãe, a filha, a esposa, sempre existe uma mulher em nossas vidas. A própria mulher tem a mulher da sua vida.

Nossa homenagem a todas as mulheres, brancas, pretas, amarelas; parabéns a Maria, Joana, Joaquina, Severina, mãe, irmã, comadre, amiga, não importa o nome e nem o parentesco, parabéns a quem responde simplesmente por MULHER.

Nossas homenagens também as mulheres que partiram em decorrência da COVID 19 e que sofreram pela perda de entes queridos em decorrência da pandemia.

Sintam-se todas as mulheres homenageadas através do nome das duas mulheres da minha vida, minha Mãe, Carlinda, que apesar de estar ao lado do pai celestial não esqueço um minuto e a minha esposa Ana, as mulheres que marcam minha vida.

PARARABÉNS A TODAS AS MULHERES.

 Manoel Arnóbio.

Direitos reservados

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dano moral indireto: quem pode pedir reparação por morte ou por ofensa a um ente querido?

Saiba como fica a situação dos candidatos eleitos sub judice

Inventário e partilha no Novo Código de Processo Civil